Fique ligado nos apertos de mãos que recebe...

Fique ligado nos apertos de mãos que recebe…

Você provavelmente já deve ter recebido diferentes apertos de mão: dos mais fortes e confiantes aos mais suaves, que fazem parecer que você está chacoalhando uma planta nas mãos. Obviamente, um aperto de mão mais firme demonstra segurança e pode fazer a diferença no mundo dos negócios, mas a equipe da The Week foi mais a fundo no assunto.

Eles pesquisaram mais sobre os apertos de mão e encontraram uma série de fatos interessantes sobre esse ato tão comum. Grande parte das observações saíram da obra “The Definitive Book of Body Language – O livro definitivo da linguagem corporal –, ainda sem tradução para o português. Abaixo, listamos algumas dicas que podem fazer a diferença para quem quer impressionar com um bom aperto de mão ou para quem apenas quer ficar de olho no que podem significar esses gestos.

Vladimir Putin usando a posição superior para o aperto de mão com Obama. Fonte da imagem: Reprodução/The Week

A primeira lição é sobre a forma como você posiciona a mão: quem a coloca pelo lado superior, com a palma virada para baixo, tem a intensão de ter o controle do encontro. O mesmo ocorre de forma inversa. Ao posicionar a mão de forma inferior, você indica submissão, demonstrando que a outra pessoa pode ter controle naquele momento.

Vice-presidente dos Estados Unidos em aperto de mão com o Primeiro-ministro britânico. Fonte da imagem: Reprodução/The Week

Para apertos de mão feitos de forma lateral, posando para uma foto, a vantagem é sempre da pessoa que fica do lado esquerdo do fotógrafo. Quem cruza o braço por cima de seu corpo parece sempre estar em uma posição de poder maior se comparado a quem fica com o corpo aberto e cotovelo dobrado.

Já o aperto feito com duas mãos, ao contrário dos outros modos, demonstra intimidade. A pessoa que faz o aperto dessa forma demonstra carinho ao aumentar o contato físico, mas ao mesmo tempo essa pode ser uma boa forma de recuperar o controle caso a outra pessoa dê um aperto com a mão em posição superior.

Papa Bento XVI em um aperto de mão duplo com Joachim Gauck, presidente da Alemanha. Fonte da imagem: Reprodução/The Week

Ao mesmo tempo que a posição indica a ligação íntima, também pode demonstrar controle. Mas tenha cuidado: o movimento não deve ser feito para pessoas estranhas. Os autores do livro indicam que esse aperto de mão é como um “abraço em miniatura” e é aceitável apenas em situações em que um abraço seria aceitável.

Para quem quer ter um aperto de mão impressionante, o segredo, no entanto, não é misturar as técnicas e criar um aperto de mão superior, com as duas mãos e feito pelo lado esquerdo. Na verdade, os autores apontam que, em algumas situações, um aperto de mão muito poderoso pode ter efeitos ruins.

Se você é novo em uma empresa e der um aperto de mão intimidador em seu chefe, ele pode achar você excessivamente confiante ou, até mesmo, rude. Então, a menos que você tenha o objetivo de intimidar a outra pessoa, é melhor optar por um aperto de mão com a mão em posição vertical, demonstrando respeito e igualdade pelo outro, além de manter o contato visual e seguir a força do aperto que a outra pessoa indica.

Com informações da The Week e MegaCuriosos

Deixe seu Comentário